PROCURAR

Abya Yala! Genocídio, Resistência e Sobrevivência dos Povos Originários

R$54,00

Quantidade

Abya Yala!
Genocídio, Resistência e Sobrevivência dos Povos Originários das Américas

 

Releitura urgente da história para a decolonização!

Em Abya Yala! , Moema Viezzer e Marcelo Grondin realizam um grande inventário da resistência e sobrevivência dos povos ancestrais das Américas, com base em pesquisadores de diferentes épocas e regiões do mundo.
Os autores escolheram 5 regiões do continente americano para descreverem como os Povos Originários resistiram e sobreviveram nos últimos 500 anos – Ilhas do Mar Caribe, México, Andes Centrais, Brasil e Estados Unidos.
Este é um Memorial a todos os Povos Ancestrais que foram usurpados, enganados e destruídos. Ele honra a tenacidade e sabedoria de todas as Nações Originárias, que continuam a viver dias de luta e evocam a profecia de Abya Yala, quando o Condor das terras do Sul encontrará a Águia das terras do Norte para que se unam e celebrem a Vida, na construção de um sentimento de unidade e pertencimento neste imenso e lindo território.
A atenção a este passado tão doloroso é importante para não continuarmos a cometer os mesmos erros e para conseguirmos construir um futuro pacífico e respeitoso com nossas diferenças.

 

 

Prefácio de Ailton Krenak
• Formato 15,5x23cm  –  232 páginas

 

SUMÁRIO
Prefácio: A invasão do novo mundo, Ailton Krenak
Introdução
Antecedentes
. A Europa inicia suas conquistas de ultramar
. No período medieval
. A grande virada
. Portugal e Espanha à margem do Oceano Atlântico
. Um novo ator entra em cena

 

PRIMEIRA PARTE  Nas ilhas do Mar Caribe
Começa o genocídio dos Povos Originários
. Introdução
. Ao encontro do “Paraíso”: Primeira viagem de Colombo
. Segunda viagem de Colombo ao “Novo Mundo”
. Começa o genocídio: o paraíso vira infernViolência – marca das conquistas
. A exploração de outras Ilhas do Caribe
. Resistência dos taínos
. Sobrevivência Zero

 

SEGUNDA PARTE México
O genocídio invade o continente
. Introdução
. Civilizações Pré-Colombianas
. Genocídio no México
. Resistência Indígena
. Sobrevivência
. Organização

 

TERCEIRA PARTE Andes Centrais
Do Império do Sol a “um novo lugar ao sol”
. Introdução
. Civilizações pré-incaicas
. O Império dos incas: apogeu e decadência
. O colapso demográfico dos povos originários
. Sobrevivência
. Uma iniciativa ímpar: o estado plurinacional da Bolívia

 

QUARTA PARTE Brasil
O genocídio que ainda não acabou
. Introdução
. O Brasil entra no mapa do “Novo Mundo”
. O extermínio começa e se expande
. Declínio da População Indígena
. Resistência dos povos originários
. Sobrevivência (demográfica, territorial, cultural)

 

QUINTA PARTE Estados Unidos da América do Norte
O Estado Comanda o Holocausto
. Introdução
. O Que Aconteceu?
. Motivos e inícios da conquista. As treze Colônias
. Expansão Branca e Declínio Populacional Indígenas
. Guerra Franco-Indígena. Destino Manifesto. Limpeza Étnica I, II, III
. Resistência dos Povos Originários
. Guerras
. Sobrevivência (demográfica, territorial, cultural)

 

Um Novo Começo: ABYA YALA!
Uma articulação continental dos Povos Originários das Américas

 

Referências Bibliográficas

 

Os autores
MOEMA VIEZZER, Mestre em Ciências Sociais e Educadora, é brasileira, descendente de imigrantes italianos e nascida em Caxias do Sul/RS. Ativista, feminista, educadora, dedicou a maior parte de sua vida à educação popular, primeiramente pela causa das mulheres, depois com educação socioambiental em organizações da sociedade civil, ongs, prefeituras e empresas, tendo produzido, como parte de sua atuação, numerosos materiais pedagógicos.  Escreveu cinco livros,  dos quais o mais conhecido internacionalmente é a história de vida intitulada “Se me deixam falar…”,  de Domitila Barrios, traduzido para 14 idiomas. Em reconhecimento por suas ações, foi merecedora de várias menções honrosas e prêmios entre os quais vale destacar o prêmio Bertha Lutz, concedido pelo Senado Brasileiro (2007) e o Prêmio Brasileiras Feministas Históricas dado pela Secretaria da Mulher da Presidência da República me 2016. Moema esteve entre as 52 brasileiras indicadas, em 2004, ao Prêmio Nobel 1.000 Mulheres pela Paz ao Redor do Mundo. O nome dado ao Observatório Educadora Ambiental Moema Viezzer, da UNILA (Universidade Latinoamericana), é um reconhecimento à sua atuação na área ambiental do âmbito local ao planetário, valendo ressaltar que Moema foi facilitadora da construção do Tratado de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis e Responsabilidade Global na Rio 92. Atualmente continua atuando em diferentes articulações da sociedade civil, no país e fora dele. Moema reside em Toledo com Marcelo, seu esposo. É colaboradora da Embaixada Solidaria de Toledo que atende imigrantes [email protected] no município. É membro do Rotary Clube Aliança de Toledo-PR e da Academia de Letra de Toledo-PR.
MARCELO GRONDIN NADON, natural de Canadá, é Doutor em Ciências Sociais com pós-doutorado em Administração. Latinoamericanista, esteve conectado ao continente durante quase toda sua vida profissional, atuando como professor universitário e como cooperante internacional em projetos sociais em quase todos os países da América Latina. Durante essa trajetória escreveu 8 livros, muitos artigos e trabalhos resultantes de suas pesquisas, várias delas relacionadas com as populações indígenas da Bolivia. Entre elas, merecem destaque: Comunidad Andina, explotación calculada (tese de doutorado). Runa Simi – método de quechua e Quillajaqin Arupa,  método de aymara, além de um livro sobre Tupaj Katary e a revolução camponesa-indígena na Bolivia 1781-1783.  Atualmente, reside em Toledo/Paraná, onde produziu o livro “O Alvorecer de Toledo na Colonização do Oeste do Paraná”, sobre as origens da colonização da região nos anos de 1946-1949. Marcelo integra a Academia de Letras de Toledo-Paraná. Também presta serviços à comunidade como membro do Rotary Clube Aliança, de Toledo-PR.
Peso 0.5 kg
Dimensões 15.5 × 23 × 2 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.

Você também pode gostar de…

Voltar ao topo
Fale com a gente pelo Whatsapp